sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Texto...


O público frequetenente pergunta se os personagens se baseiam em "pessoas reais". Realmente, o primeiro instinto de um amador é escrever sobre alguém "que ele conhece". O professional, por outro lado, compreende a impossibilidade dessa tarefa. O "criador"de um personagem deve saber mais sobre tal personagem do que qualquer um poderia saber sobre uma"pessoa real". O autor deve ter total conhecimento: o que o personagem estava usando na manha de Natal quando ele ou ela tinham 5 anos. Um "personagem", portanto, é uma "pessoa real", que existe em outro plano; num universo paralelo, um universo baseado na percepção da realidade pelo autor.

Ao falar de pessoas não escreva sobre alguém que você conheça, mais sim sobre o que sabe da natureza humana.
(texto do libro ' Os Diários de Carrei' que estou lendo.... )
beijos...

Um comentário: