domingo, 14 de novembro de 2010

Ajudai-me...


Deus. ajudai-me a dizer a verdade para o forte e a esquivar-me
de contar mentiras para ganhar o aplauso do fraco. Se me derdes
fortuma, não me tireis a razão. Se me derdes sucesso, não me tireis
a humildade. Se me derdes humlidade, não me tireis a dignidade.
Deus, ajudai-me a ver o outro lado da moeda. Não me deixeis
acusar outras de traição só porque não pensam como eu. Deus,
ensinai-me a amar as pessoas como a mim mesmo e a julgar
a mim mesmo como julgo os outros. Por favor, não me deixe ser
orgulhoso se for bem-sucedido, ou cair em desespero se fracassar.
Recordai-me de que o fracasso é a experiência que precede
o triunfo. Ensinai-me que perdoar é o mais importante no forte e
que vingança é o sinal mais primitivo do fraco. Se me tirardes meu
sucesso, deixai-me manter minha força para conseguir sucesso a
partir do fracasso. Se eu falhar com as pessoas, dai-me coragem
para me desculpar, e se as pessoas falharem comigo, dai-me coragem
para perdoá-las. Deus, se eu me esquecer de vós, por favor,
não vos esqueçais de mim.

(Mahatma Gandhi)



Amei demais o texto ' é do livro que estou lendo'

Beijos

Um comentário: